VOLTAR AO TOPO
Hospital Escola realiza captação múltipla de órgãos e 2 transplantes renais
Confira!
Assessoria de Comunicação e Marketing AISI/FMIt/HE 09/08/2016 15:41

Captação múltipla de órgãos foi realizada com sucesso no Hospital Escola (HE) da Faculdade de Medicina de Itajubá (FMIt), na tarde de sábado, 6 de agosto. O procedimento, que durou quatro horas, foi feito pelos médicos do Programa de Transplantes Renal do HE, com apoio de equipes do Instituto do Coração (INCOR), de São Paulo, e do Hospital Felício Rocho, de Belo Horizonte. A captação foi autorizada pela família do paciente, um homem de 34 anos, vítima de traumatismo crânio-encefálico.

Os órgãos captados foram encaminhados aos programas de transplantes parceiros: o Incor levou para São Paulo Coração e Pulmão; o Fígado seguiu para Belo Horizonte; as Córneas, para Alfenas (MG); e os Rins ficaram em Itajubá – na manhã deste domingo, 7 de agosto, eles foram transplantados em dois pacientes pela equipe do Hospital Escola. Foram, respectivamente, o 11º e 12º transplantes renais realizados pela instituição. Os pacientes passam bem.

“Esta é uma inciativa muito boa porque há uma deficiência muito grande na captação de órgãos no Brasil”, disse o cirurgião cardíaco do Incor, Samuel Steffen, responsável pela captação do coração, ao comentar sobre o Programa de Transplantes do HE. “Isso é muito bom para todos os serviços que realizam transplantes no país, em especial, porque há uma dificuldade muito grande na captação do Pulmão”, completou o cirurgião torácico, Luís Gustavo Abdala, responsável pela captação do Pulmão.

Os dois vieram de São Paulo em um helicóptero fretado, que partiu do aeroporto de Congonhas e, no retorno, pousou direto no heliporto do INCOR - Instituto do Coração. Tamanha pressa se justifica: o tempo de isquemia do Coração é de quatro horas – isquemia é o período que o órgão suporta entre a sua captação e o transplante. Ao sair do Hospital Escola, a equipe do INCOR contou com apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar para o deslocamento até o heliporto da Prefeitura Municipal de Itajubá, onde a aeronave pousou.

Programa de Transplantes do HE

O Programa de Transplantes do HE começou a ser estruturado em 2012, com o parecer favorável da Secretaria de Estado da Saúde, que viu na inciativa uma maneira de preencher a lacuna existente nesta área no Estado.

O primeiro serviço credenciado foi o Transplantes de Rins, em 1º de junho de 2015. O segundo foi o Transplante de Fígado, em 25 de agosto de 2015, por meio de tutoria com o Hospital Israelita Albert Einstein, dentro de um programa do Ministério da Saúde que visa capacitar novos serviços de transplantes no país.

Em 23 de junho deste ano, o Ministério da Saúde e o Sistema Nacional de Transplante (SNT) credenciaram o Hospital Escola para realizar Transplante de Coração. É mais um passo para a estruturação do Centro de Transplantes de Órgãos do HE, que irá suprir uma carência verificada em Minas Gerais – o serviço será referência para todo o Estado.

A próxima etapa da equipe gestora do HE e de sua mantenedora, a Associação de Integração Social de Itajubá (AISI), será buscar a habilitação do Ministério da Saúde e do SNT para o Transplante de Medula Óssea. Vale destacar que o HE é habilitado, desde 2002, para a captação de córnea, tendo também projeto para efetuar o transplante de córnea em Itajubá.

(Bill Souza | Contexto Assessoria em Comunicação)

 

 

 

 

 

Clique para ver imagens da notícia

Divulgação

AISI/Faculdade de Medicina: (35) 3629-8700 Hospital Escola: (35) 3629-7600

AISI - Institucional

206090 Visitas
3 Online

Associação de Integração Social de Itajubá Av. Renó Júnior, 368 | São Vicente | CEP 37502-138| Itajubá - MG