VOLTAR AO TOPO
Estudos reforçam os efeitos positivos da utilização da música no ambiente hospitalar
*
Assessoria de Comunicação e Marketing AISI/FMIt/HE 06/02/2017 15:31

          Desde 2013, o Hospital Escola de Itajubá (HE) desenvolve o Projeto 'Arthe – Músicos Atuantes em Hospitais', onde os pacientes recebem a visita de músicos como parte do tratamento, trazendo alegria e descontração num momento de fragilidade chegando, até, a reduzir o tempo de internação. Cabe aos artistas a nobre missão de tornar o ambiente hospitalar mais agradável para os pacientes, acompanhantes e familiares. 
          O Projeto contempla todas as alas do HE, com músicas dos mais variados gostos, e os resultados podem ser vistos durante as apresentações, que trazem reações mais serenas e revelam a importância do trabalho na recuperação do corpo e da alma.  
         Um estudo de revisão da literatura sobre modalidades de intervenções musicais no ambiente hospitalar, realizado pelas psicólogas e musicistas do Projeto, Maria Vilela Nakasu e Louise Ferreira Campos, reforça essa teoria. 
    Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, intitulada “Efeitos da utilização da música no ambiente hospitalar", que diz respeito aos benefícios que a utilização da música produz em pacientes hospitalizados e no ambiente hospitalar de um modo geral. 
          “Nesse sentido, noções como efeito terapêutico, regulação de mecanismos fisiológicos, diminuição da dor/ansiedade e relaxamento foram evocados. Os resultados apontam para respostas positivas às intervenções musicais, como diminuição do nível de ansiedade, redução da frequência cardíaca e respiratória, redução da pressão arterial , diminuição da dor e de sintomas depressivos, etc.” Contaram as autoras.
          O Estudo, que considerou pesquisas internacionais, foi publicado na Revista 'Sonora', da Universidade de Campinas (UNICAMP - Vol.6 nº11) e confirma a atualidade e pertinência do tema para uso no tratamento e promoção de saúde da população hospitalizada, alertando para a necessidade de maiores investigações relacionadas à prática desta modalidade junto à pacientes e profissionais de saúde. (Acesse o artigo  http://www.publionline.iar.unicamp.br/index.php/sonora/article/view/686/659)
        Compõem o Projeto 'Arthe' os musicistas: Lúcio Flávio Ferraz Chaib, João Lúcio Ferraz de Azevedo, Maria Vilela Nakasu e Louise Campos - que integram o seleto time de profissionais habilitados no 'Curso de Formação de Músicos Atuantes em Hospitais', realizado pelo Hospital Premier, em São Paulo.

Clique para ver imagens da notícia

Divulgação

AISI/Faculdade de Medicina: (35) 3629-8700 Hospital Escola: (35) 3629-7600

AISI - Institucional

235825 Visitas
1 Online

Associação de Integração Social de Itajubá Av. Renó Júnior, 368 | São Vicente | CEP 37502-138| Itajubá - MG