VOLTAR AO TOPO
Estudos reforçam os efeitos positivos da utilização da música no ambiente hospitalar
*
Assessoria de Comunicação e Marketing AISI/FMIt/HE 06/02/2017 15:31

          Desde 2013, o Hospital Escola de Itajubá (HE) desenvolve o Projeto 'Arthe – Músicos Atuantes em Hospitais', onde os pacientes recebem a visita de músicos como parte do tratamento, trazendo alegria e descontração num momento de fragilidade chegando, até, a reduzir o tempo de internação. Cabe aos artistas a nobre missão de tornar o ambiente hospitalar mais agradável para os pacientes, acompanhantes e familiares. 
          O Projeto contempla todas as alas do HE, com músicas dos mais variados gostos, e os resultados podem ser vistos durante as apresentações, que trazem reações mais serenas e revelam a importância do trabalho na recuperação do corpo e da alma.  
         Um estudo de revisão da literatura sobre modalidades de intervenções musicais no ambiente hospitalar, realizado pelas psicólogas e musicistas do Projeto, Maria Vilela Nakasu e Louise Ferreira Campos, reforça essa teoria. 
    Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, intitulada “Efeitos da utilização da música no ambiente hospitalar", que diz respeito aos benefícios que a utilização da música produz em pacientes hospitalizados e no ambiente hospitalar de um modo geral. 
          “Nesse sentido, noções como efeito terapêutico, regulação de mecanismos fisiológicos, diminuição da dor/ansiedade e relaxamento foram evocados. Os resultados apontam para respostas positivas às intervenções musicais, como diminuição do nível de ansiedade, redução da frequência cardíaca e respiratória, redução da pressão arterial , diminuição da dor e de sintomas depressivos, etc.” Contaram as autoras.
          O Estudo, que considerou pesquisas internacionais, foi publicado na Revista 'Sonora', da Universidade de Campinas (UNICAMP - Vol.6 nº11) e confirma a atualidade e pertinência do tema para uso no tratamento e promoção de saúde da população hospitalizada, alertando para a necessidade de maiores investigações relacionadas à prática desta modalidade junto à pacientes e profissionais de saúde. (Acesse o artigo  http://www.publionline.iar.unicamp.br/index.php/sonora/article/view/686/659)
        Compõem o Projeto 'Arthe' os musicistas: Lúcio Flávio Ferraz Chaib, João Lúcio Ferraz de Azevedo, Maria Vilela Nakasu e Louise Campos - que integram o seleto time de profissionais habilitados no 'Curso de Formação de Músicos Atuantes em Hospitais', realizado pelo Hospital Premier, em São Paulo.

Clique para ver imagens da notícia

Últimas notícias
Divulgação

AISI/Faculdade de Medicina: (35) 3629-8700 Hospital Escola: (35) 3629-7600

AISI - Institucional

252954 Visitas
1 Online

Associação de Integração Social de Itajubá Av. Renó Júnior, 368 | São Vicente | CEP 37502-138| Itajubá - MG